[ARENA] 1919

Ffuucckk Nnaattooo ffuucckknnaattooo yahoo.com
Quinta-Feira, 12 de Janeiro de 2012 - 20:34:30 WET


Amigos para sempre!

Cumps.

Fuck Nato

P.S. Só te faltou o 'h' e o 'e'. Kerckhove.


________________________________
 From: Joana G. Cardoso <joa.card  gmail.com>
To: Ffuucckk Nnaattooo <ffuucckknnaattooo  yahoo.com>; arte ‹ teoria ‹ prática <arena  lists.virose.pt> 
Sent: Thursday, January 12, 2012 8:06 PM
Subject: Re: [ARENA] 1919
 

Impulsivamente julguei, é verdade!
É justo o comentário e a diversidade de opiniões também. 
Quanto ao ponto 2 parece-me que uma das questões transversais, e que me tem ocupado o pensamento, é a distorcida noção de velocidade (aponto para dois autores como ponto de partida, Paul Virilio e Derrick de Kerckov, sem pretensões, e não sei se Kerckov está bem escrito, porque já os li há anos) que implica necessariamente sofrimento, angustia - todas as questões económicas e sociais atravessam-se aqui neste ponto...
Obrigada também pela resposta entusiasmada, divertiu-me :)
e opto por não prolongar mais a minha.


No dia 12 de Janeiro de 2012 19:07, Ffuucckk Nnaattooo <ffuucckknnaattooo  yahoo.com> escreveu:

A Joana, pretende ser detentora da razão com a qual me julga adormecido. É óptimo porque me dá o direito de a julgar também.
>
>
>É interessante que o único aspecto que a Joana refere é o sexoooooooo!!! Note-se que não se trata de amor.
>
>
>Joana, é bom saber que não te agradam as relações sexuais reguladas o que me leva a deduzir que gostes delas bem desreguladas. Eu gosto das duas. Uma grande parte dos seres humanos na Europa têm de facto apenas relações sexuais reguladas. Gostava de muito de ver o pessoal a meio da sua actividade profissional a ter liberdade para dizer: "Desculpem mas tenho de sair para ir dar um fodão e volto daqui a bocado". Tomara a muitos darem-se a este luxo. Se fodes sempre que te apetece é porque podes e então és uma privilegiada ;)
>
>
>Quanto ao manifesto em si, não sabes se me agrada ou desagrada, na genealidade ou em algum ponto em particular.
>
>
>A alínea J deixa dúvidas sobre se se trata de um centro para a prática do sexo ou para a regulação do mesmo. Se alguém da lista puder ajudar a clarificar o que quer mesmo dizer esta alínea, será uma boa acção.
>
>
>Aproveito para dizer porque mandei o manifesto para a lista:
>
>
>1º  Estou certo (talvez com a mesma certeza com que a Joana afirma que o meu e-mail é ridículo) de que nem todos os subscritores da arena conheciam o manifesto.
>
>
>2º Já é um motivo mais pessoal infinitamente menos importante do que o anterior . Vejo o ponto 2 das demandas dadaistas: 'The introduction of progressive unemployment through comprehensive mechanization of every field of activity. Only by unemployment does it become possible for the individual to achieve certainty as to the truth of life and finally become accustomed to experience;' com enorme ironia se atender ao que acontece hoje. Mais desemprego, mais mecanização e automação em quase todos os sectores de actividade mas grande MAS nem por isso a máquina e o automatismo vieram/estão a 'libertar os humanos'. O que te parece Joana?
>
>
>3º Acho piada ao termo "radical Comunism" ;)
>
>
>Cumps.
>
>
>Fuck Nato
>
>
>P.S. Joana obrigado pelo teu comentário e quem sabe se daremos um dia um fodão regulado ou desregulado ;) Parece-me muito pouco provável mas não é impossível!
>
>
>P.S.1. Ridículo é ir roubar e ser apanhado :)
>
>
>
>________________________________
> From: Joana G. Cardoso <joa.card  gmail.com>
>To: Ffuucckk Nnaattooo <ffuucckknnaattooo  yahoo.com>; arte ‹ teoria ‹ prática <arena  lists.virose.pt> 
>Sent: Thursday, January 12, 2012 5:44 PM
>Subject: Re: [ARENA] 1919
> 
>
>
>Este mail é do mais ridículo que há! 
>Acorda, estás no séc. XXI!!!! 
>(Embora o Dadaísmo seja o movimento artístico-cívico-político que mais me entusiasma em toda a história!
>Até queria ver se gostavas de ter relações sexuais reguladas,... e num centro para o efeito!)
>
>
>2012/1/11 Ffuucckk Nnaattooo <ffuucckknnaattooo  yahoo.com>
>
>RICHARD HUELSENBECK AND RAOUL HAUSMANN “What is Dadaism and what does it want in Germany?” (1919)
>>1Dadaism demands:
>>1)The international revolutionary union of all creative and intellectual men and women on the basis of radical Communism;
>>2)The introduction of progressive unemployment through comprehensive mechanization of every field of activity. Only by unemployment does it become possible for the individual to achieve certainty as to the truth of life and finally become accustomed to experience;
>>3)The immediate expropriation of property (socialization) and the communal feeding of all; further, the erection of cities of light, and gardens which will belong to society as a whole and prepare man for a state of freedom.
>>2The Central Council demands:
>>a)Daily meals at public expense for all creative and intellectual men and women on the Potsdamer Platz (Berlin);
>>b)Compulsory adherence of all clergymen and teachers to the Dadaist articles of faith; c)The most brutal struggle against all directions of so-called “workers of the spirit” (Hiller,
>>Adler), against their concealed bourgeoisism, against expressionism and post-classical
>>education as advocated by the Sturm group; d)The immediate erection of a state art center, elimination of concepts of property in the
>>new art (expressionism); the concept of property is entirely excluded from the super-
>>individual movement of Dadaism which liberates all mankind; e)Introduction of the simultaneist poem as a Communist state prayer; f)Requisition of churches for the performance of bruitism, simultaneist and Dadaist poems; g)Establishment of a Dadaist advisory council for the remodeling of life in every city of
>>over 50,000 inhabitants; h)Immediate organization of a large scale Dadaist propaganda campaign with 150 circuses
>>for the enlightenment of the proletariat; i)Submission of all laws and decrees to the Dadaist central council for approval; j)Immediate regulation of all sexual relations according to the views of international
>>Dadaism through establishment of a Dadaist sexual center.
>>The Dadaist revolutionary central council. German group: Hausmann, Huelsenbeck Business Office: Charlottenburg, Kantstrasse 118. Applications for membership taken at business office.
>>
>>
>>Greetings,
>>
>>
>>Fuck Nato
>>_______________________________________________
>>ARENA mailing list
>>ARENA  lists.virose.pt
>>http://lists.virose.pt/mailman/listinfo/arena_lists.virose.pt
>>
>>
>
>
>
>_______________________________________________
>ARENA mailing list
>ARENA  lists.virose.pt
>http://lists.virose.pt/mailman/listinfo/arena_lists.virose.pt
>
>
-------------- próxima parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: <http://lists.virose.pt/pipermail/arena_lists.virose.pt/attachments/20120112/dcfd1e2f/attachment.html>


Mais informações acerca da lista ARENA