[ARENA] a importância da transparência

Alice Geirinhas alice_g sapo.pt
Quinta-Feira, 19 de Novembro de 2009 - 20:44:38 WET


O  Coyotte!
On 2009/11/19, at 16:54, miguel leal wrote:

> Olá a todos, olá André, olá Ana (long time no speak!):
>
> Em relação ao Cayatte só posso dizer que é uma surpresa sem  
> surpresa. Comparo o atelier dele a alguns dos grandes escritórios de  
> advogados que trabalham com um estatuto preferencial para o Estado,  
> para as empresas do Estado e para alguns dos grandes grupos  
> económicos, estruturas que são habitualmente geridas num sistema de  
> carrossel em que as mesmas pessoas acabam por ocupar à vez os  
> diferentes (?) centros de decisão. Dei uma espreitadela ao site --  
> portal(?) -- que custou 99.500 € (parece um daqueles preços dos  
> hipermercados que ficam sempre nos .99) e realmente não se percebe  
> onde foi queimado tanto dinheiro.
>
> O caso referido pela Ana do programa de Austin é também um bom  
> exemplo do desperdício dos dinheiros públicos. Tenho acompanhado à  
> distância as desventuras do programa da UT-Austin em Portugal, em  
> especial no que respeita à UP, e partilho das reservas da Ana. O  
> programa, tal como tem sido posto em prática, não serve para [quase]  
> nada, isto sem falar no facto de que estas parcerias funcionam numa  
> lógica de transferência de conhecimento e tecnologia que é risível e  
> terceiro-mundista. As universidades americanas fizeram aqui o seu  
> trabalho e procuraram financiamentos alternativos por via destes  
> programas ( (UTA, CMU e MIT). As universidades portuguesas, por  
> acefalia e falta de espírito crítico, pelo menos nesta área da arte  
> e dos media digitais que conheço melhor, vão aproveitar muito pouco  
> com tais parcerias. Chega a ser ridículo ouvir falar nos valores  
> envolvidos num programa que nos traz conferências e workshops que  
> replicam, no geral, competências já instaladas quando falta dinheiro  
> para contratar os professores de que precisamos (no estrangeiro, por  
> exemplo) e quando os nossos alunos não têm sequer acesso, por falta  
> de orçamento, aos equipamentos mais básicos que se exigem nos  
> domínios de ensino e investigação cobertos justamente pela parceria,  
> isto para não referir os laboratórios que faltam em áreas tão  
> críticas como a animação 3D, o áudio ou o cinema digital, ou as  
> dificuldades que as nossas bibliotecas enfrentam quando pretendem  
> adquirir um (?!) simples livro.
> Na verdade, a desorçamentação levada a cabo no ensino superior em  
> Portugal nestes últimos anos serviu apenas para alimentar ficções  
> como o programa com a UT-Austin. Os resultados já estão à vista..
>
> abs
>
> miguel
>
>
>
>
> On 19Nov2009, at 2:59 PM, Ana Boa-Ventura wrote:
>
>> André e restantes membros da Arena,
>>
>> Aplausos pela tua coragem. Ganham-se sempre inimigos quando se pede  
>> transparência. Sou capaz de ganhar alguns com este post mas vai  
>> assim mesmo porque as minhas queixas têm apenas a ver com o governo  
>> português e penso que não lerão a Arena?:)
>>
>> Impressionante de facto. Não sabia deste site- transparencia-pt.org
>>
>> Já agora... Será que alguém sabe o que está a acontecer aos  
>> 140.000.000,00 Euros  (140 milhões) das três parcerias  
>> internacionais (UTA, CMU e MIT)? Qual é o retorno efectivo para  
>> Portugal?
>>
>> Tendo sido Associate Director para a área de Digital Media do lado  
>> da UT na UT-Portugal - de que me despedi passado um ano - acredito  
>> que  o governo português  é o grande responsável pela falta de  
>> supervisão - e avaliação (ou não) - das parcerias.
>>
>> Para as universidades americanas o  timing destas parcerias não  
>> podia ter sido melhor. Em periodo de crise económica, e dado que o  
>> sistema universitário americano não assegura os 3 meses de salário  
>> do Verão aos académicos , as... ahem... summer schools em Portugal  
>> têm sido  óptimas. Lembro-me de que Novembro era o mês ideal para a  
>> universidade X em Portugal para um certo evento da parceria ("that  
>> I shall not disclose here" para não ser mal interpretada pelos  
>> colegas portugueses) mas nos EUA, ouvi "not very good weather that  
>> month in Portugal right?... why not July or August?".
>>
>> O jornal da universidade onde estou publicou em grande headline  
>> "Workshops reveal Portugese student interest in media"  - a gralha  
>> faz parte do titulo, "by the way"... Os estudantes portugueses  
>> interessam-se pelos media? A serio?? Ainda bem que ficámos a saber  
>> isto, gracas a umas workshops conduzidas por uns americanos em  
>> Portugal.  Noutra passagem le-se "in Lisbon with the University of  
>> Porto and the New University of Lisbon". Ficamos tambem a saber que  
>> a UP fica em Lisboa.
>>
>> Conclusão - as parcerias têm sido óptimas para as universidades  
>> americanas embora não tenham contribuido para o conhecimento de  
>> geografia e ortografia que sabemos ser fraco... Mas ... e para  
>> Portugal?
>>
>> E em prol da transparência, o tal artigo está aqui http://www.dailytexanonline.com/2.4489/workshops-reveal-portugese-student-interest-in-media-1.760836
>>
>> Abraços transparentes!
>> Ana Boa-Ventura
>> On Nov 19, 2009, at 4:58 AM, André Rangel wrote:
>>
>>>
>>> <unknown.gif>
>>>
>>> Begin forwarded message:
>>>
>>>> Caros designers, ainda bem que existe transparência...
>>>>
>>>> 99.500,00 € - Prestação de serviços de degign com vista à criação  
>>>> e desenvolvimento do Portal Centenário da República - Henrique  
>>>> Cayatte - Design, Lda.
>>>>
>>>> 90.000,00 € - Prestação de serviços de design global do  
>>>> estacionário da Comissão Nacional e dos materiais de suporte à  
>>>> comunicação dos diferentes eixos programáticos - Henrique  
>>>> Frederico Cantiga Cayatte (recibos verdes?). Ajuste directo? Sem  
>>>> concurso público, portanto... Viva a República, Viva Portugal!
>>>>
>>>> detalhes em:
>>>>
>>>> http://transparencia-pt.org/?search_str=nif:901775797
>>>>
>>>> http://www.centenariorepublica.pt/ficha-t%C3%A9cnica
>>>>
>>>> http://centenario-republica.blogspot.com/2009/10/quem-cuida-da-res-publica.html
>>>>
>>>> http://www.ionline.pt/conteudo/26684-meio-milhao-euros-sem-concurso-publico-comemorar-republica
>>>>
>>>> Finalmente um orgão de comunicação de referência pega no caso dos  
>>>> gastos da Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da  
>>>> República que já tinha sido denunciado aqui. Acontece que eu  
>>>> espanto-me que não cause enorme escândalo o facto do design do  
>>>> deste simples site ter sido adjudicado por 99.500,00 euros. Eu  
>>>> pasmo com a naturalidade com que se aceita que se gastem às  
>>>> expensas dos impostos dos cidadãos 90,000,00 euros em  
>>>> "estacionário" (envelopes, canetas, papel de carta etc.). De  
>>>> resto, com a sua empresa a facturar 180.000,00 euros nestes dois  
>>>> ajustes directos, Henrique Cayatte só pode estar feliz: uma  
>>>> comenda da republica no dia 10 de Junho será a cereja no topo do  
>>>> bolo.
>>>>
>>>> Publicada por João Távora em Quinta-feira, Outubro 08, 2009
>>>>
>>>>
>>>> Ainda a "talho de foice" é preciso notar que o concurso inicial  
>>>> para o desenho da marca do centenário da República, promovido  
>>>> pelo CPD (presidente Henrique Cayatte), não teve vencedores. O  
>>>> concurso foi direccionado para recém licenciados porque, segundo  
>>>> justificação do CPD a um dos membros do júri, não havia dinheiro  
>>>> para pagar a designers profissionais.
>>>>
>>>> Faria se houvesse!
>>>
>>> _______________________________________________
>>> ARENA mailing list
>>> ARENA  lists.virose.pt
>>> http://lists.virose.pt/mailman/listinfo/arena_lists.virose.pt
>>
>>
>> _______________________________________________
>> ARENA mailing list
>> ARENA  lists.virose.pt
>> http://lists.virose.pt/mailman/listinfo/arena_lists.virose.pt
>
>
> _______________________________________________
> ARENA mailing list
> ARENA  lists.virose.pt
> http://lists.virose.pt/mailman/listinfo/arena_lists.virose.pt
>




Mais informações acerca da lista ARENA